domingo, 13 de junho de 2010

Hidrografia, Vegetação e Relevo
















Hidrografia: Os cursos fluviais são de pequeno porte, devido à pequena extensão das ilhas. No entanto, são intensamente aproveitados, destacando-se a irrigação e a produção de energia elétrica, favorecida pelo encachoeiramento de seus rios.






A estrutura do terreno faz com que o Japão tenha rios de pequena extensão, quase sempre torrenciais e de reduzida bacia hidrográfica. Somente oito rios ultrapassam 200km de extensão. O Shinano, em Honshu, é o maior, com 367km. Outros cursos importantes são: Teshio e Ishikari, em Hokkaido; Kitakami, Tone, Kiso e Tenryu, em Honshu; e Chikugo, em Kiushu. Alguns dos rios procedentes das zonas vulcânicas do nordeste de Honshu têm águas ácidas e inúteis para a agricultura. Os rios carregam, geralmente, grandes quantidades de aluviões e formam deltas em suas embocaduras. O maior lago, de origem tectônica (causado por fraturas da crosta terrestre), é o Biwa, com 672km². Mais numerosos são os de origem vulcânica, como o lago Kutcharo, de Hokkaido, o Towada e o Ashi, de Honshu.






Vegetação: A vegetação caracteriza-se pelo predomínio de florestas, que cobrem a maior parte dos conjuntos montanhosos do país,tornando-o uma das nações mais arborizadas do mundo.






Diversos tipos de vegetação crescem quase espontaneamente nas várias regiões do país, devido ao fato de seu território incluir regiões pertencentes às zonas subtropicais, temperada e fria, e possuir água em abundância.






Cerca de 57% do seu território é coberto por florestas: em Kyushu, Shikoku e no sul de Honshu as florestas possuem árvores semelhantes às coníferas de folhas largas e chincapins; no norte de Honshu, as florestas são ricas em árvores raras como a faia e o bordo; as florestas da zona fria de Hokkaido possuem árvores com folhas em forma de agulhas, como os pinheiros.






Apesar de sua extensão territorial, o país ainda precisa importar madeira devido à grande demanda para a construção civil e a fabricação de papel.

Relevo: ==Clima== O Japão se encontra na zona temperada e no extremo nordeste da região atingida pelo clima de monções. Sofre grande maritimidade, devido a sua posição geográfica, com grandes massas de ar carregadas de umidade, explicando a elevada pluviosidade (1.000 mm anuais). As chuvas abundantes e o clima temperado produzem vegetação rica que favorece a agricultura. Suas quatro estações são bem definidas, com dois períodos chuvosos antes e depois do verão. No inverno, o Japão sofre influência das mais frias massas de ar do mundo: a massa de ar da Sibéria. O clima do Japão, no verão, ao mesmo tempo em que é muito úmido, sofre períodos contínuos de sol relativamente sem chuva.










  • Norte (Hokkaido) - clima temperado frio, com longos meses de Inverno, influenciado pela corrente fria Oya Shivo;





  • Centro (Honshu) - clima temperado oceânico, alta pluviosidade;





  • Sul (Shikoku e Kyushu) - clima subtropical, amenizado pela corrente Kuro Shivo, também chamada de corrente do Japão.

3 comentários: